✍ Suporte para Breadboard DIY

... para montagens de electrónica.

Introdução

A iniciação no DIY para montagem e estudo de efeitos para guitarra, baixo ou outros instrumentos electrónicos tem sempre uma custo inicial elevado, isto porque é necessário adquirir alguma material que inclui ferramentas, transístores, circuitos integrados, transformadores, resistências, condensadores , etc, e, normalmente, uma breadboard. A breadboard é uma ferramenta de estudo e experimentação importante. Permite montar uma versão provisória de um circuito sem danificar os componentes utilizados e utiliza-los numa outra futura construção. Uma das dificuldades na montagem e avaliação de um circuito para ser usado com um instrumento musical é a necessidade de levar a montagem até ao amplificador para ser testado, para ver como soa, ou então testa-lo com um amplificador de bancada. Não é raro a breadboard cair ao chão durante os testes, puxa-se um fio, ou as fichas são pesadas e puxam a montagem que já estava a escorregar na mesa das sala ou da cozinha desmontando tudo e levando ao curto-circuito final. Assim é importante a utilização de um suporte para acomodar a breadboard na sua tarefa de teste e experimentação. Nas páginas seguintes descreve-se a construção de uma base para breadboard, não só a breadboard mas o suporte para ligar os cabos e ligação ao amplificador, alimentação, potenciómetros, etc.

A construção é relativamente simples não sendo preciso máquinas sofisticadas. São apenas necessárias ferramentas básicas: furador (eléctrico ou manual), limas (para acertar a dimensão dos furos e limar as arestas de corte da calha de alumínio), serra para metal e ferro de soldar. Caso o leitor queira montar uma engenhoca destas é sempre bom, para cortar o investimento inicial no hobby, pedir a um amigo que o ajude na construção. Dá tanto trabalho fazer uma como duas!

Uma casa para a breadboard

Material

Calhas metálicas: medição e corte

Comecemos então por marcar 20cm, o comprimento do perfil de alumínio, com um esquadro metálico e uma caneta de acetato. A calha tem 43.5mmx 23.5mm com comprimento total de 1.5m. Usei um esquadro metálico para marcar e medir, mas uma régua de plástico serve perfeitamente.

Faço as mesmas medições para as duas calhas. As arestas cortantes serão limadas durante o acabamento. depois de feitos os furos.

Uma tábua de 20cmx20cm tem as dimensões certas para acomodar o resto da montagem e adapta-se bem ao uso que se lhe quer dar. Qualquer tipo de madeira serve.

Aquela que vou usar já foi usada noutras montagens provisórias e tem uma espessura de 1.5cm e um bom peso para suportar o objectivo das suas funções. Poderíamos usar MDF, acrílico ou qualquer outro material isolante.

Calhas metálicas: furação

Optei por fazer 7 furos distanciados de 3cm (1cm das extremidades), pode parecer excessivo mas nunca se sabe o que o futuro nos reserva em futuras montagens e fica já tudo furado para não ter depois de as desmontar.

Depois de marcados a caneta os pontos marco com um punção os locais de furação (neste caso um parafuso de aço, uma broca velha também serve).

Usei uma broca de 8mm de modo conseguir colocar as todas fichas, potenciómetros e um interruptor (que dá sempre jeito). Como os jacks têm um diâmetro maior, com uma lima aumenta-se sucessivamente o diâmetro testando as dimensões entre umas quantas limadelas.

A imagem seguinte mostra um conjunto básico de coisas que podemos ligar: dois jacks, potenciómetro, ficha de alimentação e um interruptor. Note-se que já estão feitos os furos na parte inferior da calha para fixação na base de madeira.

Montagem e soldaduras

Mesmo antes de soldar os fios, e depois de lixadas e aparafusadas as calhas, podemos ver que a coisa se começa a compor. Usei uma lixa fina de metal para dar o acabamento final (lixa de água, uma lixa fina de madeira também pode ser usada, deita-se a lixa fora no fim) e uma lima para acertar as arestas cortantes nos topos de cada calha.

Costumo usar fio de telefone ou de cabo rede para as montagens na breadboard, o metro linear é barato e é possível encontra-lo em todas as lojas de bricolage a qualquer hora do dia, não vá aparecer uma vontade súbita de montar qualquer coisa e faltar material, e num metro temos disponíveis muitas cores (as cores são nossas amigas) que são óptimas e muito úteis para as montagens na breadboard. Apenas é necessário paciência para desenrolar o fio.

Optei por colocar o led directamente na breadboard mas sem dificuldade se monta na parte frontal da geringonça.

Um botão comprado na saudosa Dimofel et voilá, a engenhoca pronta a ser usada para testes e invenções!

Considerações finais

A montagem de circuitos numa breadboard é simples, permite de uma forma simples experimentar e confirmar circuitos e ideias que de outra forma não seria possível sem danificar e inutilizar componentes electrónicos. Outras abordagens de construção e design são possíveis!

Boas construções!

Palavras chave/keywords: diy, electronic, breadboard, audio

Criado/Created: 24-05-2017 [13:41]

Última actualização/Last updated: 24-05-2017 [14:04]


GNU/Emacs

1999-2017 (ç) Tiago Charters de Azevedo

São permitidas cópias textuais parciais/integrais em qualquer meio com/sem alterações desde que se mantenha este aviso.

Verbatim copying and redistribution of this entire page are permitted provided this notice is preserved.