Ciência cidadã

Parte do mundo mudou. E isso aconteceu quando cada um de nós em sua casa com acesso a um computador, um micro-controlador e a componentes de electrónica básica pode fabricar o que quiser; derretendo plástico ou reciclando o plástico que tem como desperdício.

Claro que falo da da impressão 3D opensource, da questão da auto-replicação, da fabricação digital com recurso a ferramentas de software ou hardware aberto, da construção colaborativa, em rede e deslocalizada.

É uma tecnologia cidadã no sentido de partilhada e colaborativa como se o pretexto fosse o da introdução de uma tecnologia social, priviligiando-se a partilha de conhecimento e de construção, sobrepondo-se em muitos casos à qualidade do produto final e desprezando o acabamento, preferindo o caminho que se fez em vez do produto que se obteve no fim.

Científico porque usa ferramentas tecnológicas e científicas, de várias áreas: matemática e nas nas ciências da computação nos algoritmos, na informática nas linguagens de programação usadas, na electrónica nos microprocessadores e física dos materiais.

Os objectos que usamos todos os dias mostram o seu modo de fabrico na sua estrutura.

Muitas das estruturas e objectos são pensadas e desenhadas para serem fabricadas com ferramentas manuais.

E isso vê-se.

Mas o futuro está prestes a mudar. É só olhar a nossa volta.

Criado/Created: 04-07-2019 [00:08]

Última actualização/Last updated: 19-07-2019 [12:12]


Voltar à página inicial.


GNU/Emacs Creative Commons License

(c) Tiago Charters de Azevedo