A linguagem como um virus

A linguagem com um virus, notas do livro de Chomsky

Aqui e aqui tratei de parte deste tópico.

O que é esta entidade estranha, a linguagem, e de onde é que veio? O que é ninguém o diz, que evoluiu apenas, de modo a incorporar as propriedades daquilo a que chamamos de linguagem. Coisa atribuída anteriormente, e por engano, ao cérebro. De onde veio? Qual a sua origem? Não interessa porque depois do seu aparecimento o mundo das linguagens evoluiu espontaneamente, através da evolução natural, processada fora do cérebro humano. Tornou-se, por isto, na coisa mais bem adaptada às pessoas; tal qual parasitas e hospedeiros, presas e predadores, num ciclo familiar de co-evolução; ou então vírus, usando uma analogia mais exacta. Mas ninguém acreditaria, ou proporia, que o sistema visual de um insecto ou mamífero se desenvolveria espontaneamente fora de qualquer um deles, por uma mutação rápida, agarrando-se depois a um hospedeiro, providenciando as capacidades visuais de moscas ou ratos.

Palavras chave/keywords: linguagem, natureza, Chomsky

Última actualização/Last updated: 2014-02-20 [14:39]


1999-2014 (ç) Tiago Charters de Azevedo

São permitidas cópias textuais parciais/integrais em qualquer meio com/sem alterações desde que se mantenha este aviso.

Verbatim copying and redistribution of this entire page are permitted provided this notice is preserved.